O médico generalista atua em áreas tradicionais da saúde e sua prática vem sendo revalorizada, após ter passado por longo período de remissão.

Os constantes avanços das pesquisas na área médica têm provocado uma crescente especialização de seus profissionais, enfocando aspectos cada vez mais específicos do organismo humano.
Por um lado, isso produz avanços no tratamento das doenças, mas, por outro, gera deficiências na primeira e crucial etapa de todo atendimento médico: o diagnóstico.

Em muitos casos, as especialidades tendem a relacionar os sintomas de seus pacientes somente com as doenças que pertencem a seu campo de atuação.

O clínico geral é o médico que tem uma visão mais global do organismo humano e das patologias que o afetam, é um profissional da medicina que está preparado para a investigação diagnóstica.
Sua figura também é associada ao tradicional médico de família, que acompanha seus pacientes ao longo da vida, conhecendo profundamente seu histórico, levando em conta aspectos que costumam ser subvalorizados em consultórios, como o emocional e o relacional.

Esta função, que havia quase desaparecido da prática médica nas últimas décadas, está ressurgindo, principalmente em programas de saúde governamentais.

Nesse sentido, para uma abordagem inicial, o indicado seria procurar um bom médico generalista, popularmente conhecido como clínico geral. Diferente do que muitos pensam, o generalista não é o médico que só realiza encaminhamentos.

Cabe a esse profissional avaliar o paciente como um todo, levando em conta, além dos sinais e sintomas, aspectos psicológicos, sociais e familiares. Após uma entrevista e exame físico detalhado, o clínico irá solicitar os exames complementares que julgar necessários e tomar as condutas iniciais, encaminhando o paciente ao correto especialista, se for preciso.

Hoje, sua atuação não se restringe ao tratamento das doenças mais comuns, mas é de suma importância para a integração das diversas especialidades que atuam em casos complexos. Assim, sua função vem passando por mudanças que estão trazendo de volta sua antiga importância.